Tropa de Choque da PM está em Presidente Venceslau — Foto: Wagner Bueno/Portal Bueno/Cedida

A tropa de elite da Polícia Militar ROTA e a Tropa de Choque chegaram em Presidente Venceslau nesta quarta-feira (10), para evitar o ataque de guerra com objetivo de resgatar Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, que se encontra na Penitenciária 2. Um plano de fuga que seria atacar as muralhas e o corpo de segurança foi descoberto pela SAP – Secretaria de Administração Penitenciária.

O aeroporto que fica próximo da unidade foi fechado por um prazo de 20 dias, o juiz corregedor Gabriel Medeiros fez o pedido diante da preocupação sabendo que poderia ser uma rota de fuga.

Um blindado conhecido por “caveirão” da PM que suporta tiros de fuzil .50, faz guarda no acesso ao presidio. Marcola está preso junto a cúpula da facção criminosa PCC – Primeiro Comando da Capital que age dentro e fora das unidades prisionais. Condenado a 232 anos e 11 meses de prisão, em regime fechado, por formação de quadrilha, roubo, tráfico de drogas e homicídio, Marcola é apontado pela Promotoria como o líder máximo do PCC desde 2001, quando teria liderado rebeliões em presídios.