A CTG Brasil, empresa que administra a Usina Hidrelétrica Jupiá, esclarece que a eclusa encontra-se indisponível para operação por motivos técnicos. Operar nessas condições colocaria em risco a segurança das pessoas e embarcações. O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) está devidamente comunicado do problema, e outros esclarecimentos podem ser obtidos diretamente com o órgão.

Importante ressaltar que a Lei n.º 13081/2015 estabelece a independência dos serviços de geração de energia elétrica e de eclusagem. Esta lei também prevê que os serviços de operação e manutenção de eclusas devem ser objeto de contrato específico com a União, em separado do contrato de concessão das usinas hidrelétricas. A CTG Brasil está em diálogo com o DNIT, órgão titular da outorga do serviço de navegação, para assinar esse contrato o quanto antes.

Sobre a CTG Brasil

Criada em 2013, a CTG Brasil é parte da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em energia limpa. Com investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, o portfólio da CTG Brasil hoje tem uma capacidade total instalada de 8,27 GW.  Segunda maior geradora privada de energia do país, a CTG Brasil conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente.