Noroeste Rural

A China Three Gorges Corporation, empresa chinesa que comprou a concessão de exploração da Usina de Jupiá ( Engenheiro Souza Dias ) no rio Paraná, paralisou há dois meses a passagem de barcos pela hidrovia que liga os extremos norte e sul do percurso de quase 800 quilômetros.

O fato chegou ao conhecimento público porque está programado para amanhã, passeios com o barco Odisséia nas comemorações dos 65 anos de aniversário da cidade de Castilho. A embarcação já deveria estar atracada no porto da pousada do Deja, na margem esquerda do Rio Paraná. Mas a embarcação está parada há vários dias em Itapura porque a CTG alega vários motivos para não proceder a eclusagem em Jupiá.
Segundo um antigo funcionário da empresa do barco Odisséia, o senhor Carlos Rogério a direção da empresa está em contato com as autoridades brasileiras, mesmo porque é considerável inadmissível que a CTG não mantenha funcionando a eclusa. As desculpas até agora foram: bomba queimada, comporta com defeito e falta de operacionalidade segura.

A nossa reportagem encaminhou pedido de informações para a assessoria de imprensa da CTG, mas até agora não recebeu resposta alguma.