PROGRAMA JURADO VOLUNTÁRIO 2019 TEM INSCRIÇÃO ABERTA

O Poder Judiciário de Andradina receberá inscrições de cidadãos domiciliados nos Municípios de Andradina, Castilho, Murutinga do Sul e Nova Independência interessados em atuarem...

Pane em sistema da Águas Castilho afeta moradores

Uma pane no sistema de distribuição da concessionária Águas Castilho, afetou área central da comunidade desde ás 18h. Moradores reclamam da falta de água,...

Professor que vendia drogas pelos Correios é investigado pela Polícia Federal

G1 O professor Caio Fernando Rossi, 32 anos, preso em flagrante em Santo André por vender LSD, maconha, haxixe, MDMA (popularmente conhecida no Brasil como...

Homem de 37 anos é assassinado em Andradina na frente da esposa

Paparazzi News A DIG- Delegacia de Investigações Gerais vai investigar quem matou o serviços gerais Renato Florêncio Lopes, de 37 anos, ele foi assassinado dentro...

Vamos rir com Chaves!

Quem foi ALFREDO DE CASTILHO?

alfredo2

O engenheiro Alfredo de Castilho administrou a ferrovia Noroeste por quatro vezes. A primeira de 31/05/1925 a 11/12/1928; a segunda de 30/07/1929 a 05/03/1930; a terceira vez de 05/10/1934 a 12/08/1935 e a última de 30/10/1935 a 23/03/1937.

Em sua primeira administração é que se inaugurou a ponte ferroviária, denominada “Francisco Sá” sobre o Rio Paraná em 12 de outubro de 1926. Em sua administração é que quase toda “Variante Araçatuba-Jupiá “ foi construída. O ramal de Presidente Alves a Pirajuí foi construído e inaugurado durante sua primeira administração.

Alfredo de Castilho também se preocupava com o esporte e foi ele que em 1935 construiu e inaugurou o campo do Esporte Clube Noroeste de Bauru, no centro da cidade, em terreno da Santa Casa. Em 23/11/1958, as arquibancadas, construídas com madeira, foram consumidas pelo fogo, ocupando-se posteriormente o novo estádio que leva o seu nome, inaugurado em 1961, na Vila Pacífico, em Bauru: Estádio “Alfredo de Castilho”.

No início de 1937, Alfredo de Castilho encontrava-se doente e providenciava a construção de uma estação, após a de Paranápolis, cujo nome escolhido por ele seria de CAUÊ, quando veio a ser substituído pelo Major-Aviador Américo Marinho Lutz. Este, diante das ótimas administrações de seu antecessor, resolveu denominar a estação de ALFREDO DE CASTILHO em homenagem àquele que estava deixando a diretoria da ferrovia NOB.

A estação de Alfredo de Castilho foi construída para facilitar os cruzamentos ferroviários e serviu de meio para a fundação de um povoado e posteriormente tornar-se o município que hoje se desponta em nosso Estado. A estação de Alfredo de Castilho foi inaugurada no dia 31/08/1937 pelo diretor Américo Marinho Lutz. O engenheiro Alfredo de Castilho veio a falecer no ano de 1947.

* Vivaldo Pitta, já falecido, era residente em Bauru-SP. Foi fundador do Museu Municipal de Avaí-SP, ferroviário, pesquisador e historiador. (Foto:  Museu Regional Ferroviário de Bauru).

Redação do Paparazzi

A decisão é sua agilidade é nossa. Envie sua sugestão (18) 99636-8698. Email ronipaparazzinews@gmail.com